800 291 291 – Serviço Número Verde (Grátis) Dias úteis das 9h às 21h
800 291 291 – Serviço Número Verde (Grátis) Dias úteis das 9h às 21h

6 Formas de saber se o seu plano de dieta está a funcionar!

Quando começamos a fazer uma dieta, a vontade de alcançar os resultados é o que mais nos motiva. E como tal, os resultados tendem a ser acompanhados diariamente.
No entanto, a maioria das pessoas que se propõem seguir um plano nutricional acaba por acompanhar apenas a evolução e o plano de dieta através da balança.

Mas, o peso nem sempre é, pelo menos de início, o indicador mais correto de que a sua dieta está a funcionar.

Existem outros métodos que lhe permitem avaliar se a sua dieta está a funcionar e que muitas vezes são mais fiáveis que a própria balança. Vamos a isto?

1. Sente-se satisfeito/a após as refeições

Muitas vezes o que comemos durante a refeição nunca é o suficiente. Apetece-nos sempre mais qualquer coisa. Quando está a seguir um método de dieta, seja ela qual for, as sugestões são sempre dadas por especialistas que avaliam o seu organismo. Têm como objetivo que não lhe falte nenhum nutriente essencial.
Assim, à medida que vamos digerindo os alimentos vamos transmitindo sinais ao nosso cérebro que funcionam como impulsos de saciedade (sensação de bem-estar).
Ao alimentar-se de forma mais lenta e com alimentos saudáveis, numa primeira fase, o cérebro “estranha” a ausência de outros elementos mais calóricos. O corpo tem de se habituar, numa primeira fase, a substituir a sensação de cheio pela sensação de satisfeito.

2. Tem mais energia

Já não se lembra da última vez que o despertador tocou de manhã sem se sentir ainda cansado/a? Passa os dias à espera do próximo do café? Adormece sistematicamente em frente à televisão?
Talvez não esteja a ingerir a quantidade ideal de vitaminas, minerais e outros nutrientes fundamentais a uma dieta equilibrada. Está na altura de consultar um nutricionista e incorporar na sua dieta ingredientes críticos para um plano energético ideal.

mais_energia

Existem também algumas suplementações que podem ajudar neste campo, como é o caso dos complexos vitamínicos Lev®, dão-lhe as medidas ideias de vitaminas que organismo humano deve ingerir de acordo com o seu corpo.

Com uma alteração dos hábitos alimentares é possível um dia acordar antes do despertador, calçar umas sapatilhas e sair para uma corrida matinal. Mesmo que não se manifeste logo na balança, uma correta alimentação sente-se no dia-a-dia.

3. Dorme melhor

A maioria das pessoas nem se apercebe do seu nível de cansaço, até ao momento em que consegue dormir uma noite seguida de forma tranquila. Um luxo que parece impossível de alcançar para quem vive diariamente em stress, ao lidar com as rotinas e obrigações diárias.

dormir

Uma alimentação saudável e exercício físico regular podem desempenhar um papel importante na regulação do sono. Por exemplo, uma dieta rigorosa ajuda na manutenção da atividade física e potencia o relaxamento.
Deixamos-lhe aqui uma dica: O triptofano, um aminoácido que pode ser encontrado em alguns alimentos, como a banana, é um percursor da serotonina, que convertida em melatonina ajuda a regular o sono. Pergunte aos nossos nutricionistas como incorporá-la na sua dieta.

Recordamos-lhe que para melhorar o seu corpo e a sua saúde, dormir é crucial.

4. As roupas já lhe ficam mais confortáveis

É tão bom quando aquelas calças que já não apertavam, nos voltam a servir.

E mesmo a roupa que usamos no dia-a-dia, quando chega aquele dia em que já as sentimos mais largas e provavelmente passamos a usar um cinto.

Neste aspeto, a roupa dá mais sinais que a própria balança. Uma vez que o músculo e os ossos são mais densos que a gordura corporal, ou seja, podemos ficar mais pesados e com um corpo mais atlético, mas com menos volume. Isto ocorre porque os músculos e os ossos são 18% e 33% mais pesados do que a gordura. Também significa que o plano de exercício e nutrição ajuda a perder volume, sem conduzir à diminuição imediata de peso.

5. A boa disposição aumenta

Quando estamos privados de alguns nutrientes, a nossa parte emocional também se modifica. Há possibilidade de haver maior nível de stress e irritabilidade em situações que não o explicam, pode também haver menos vontade de fazer certas coisas e por vezes também se experiencia alguma apatia.  Uma alteração ao nível da qualidade dos nutrientes que ingere permite melhorar o seu estado mental e emocional, reforçando a capacidade de se sentir mais confiante. Deste modo vai ser capaz de controlar o seu futuro e ser mais feliz.

A relação alimentação, neurotransmissores e fluxo de açúcar no sangue é algo que necessita atenção em todos os planos alimentares.

bemdisposta

6. Sente-se mais forte e com maior resistência

Ter uma mente resistente é um processo e não algo que se possa fazer do dia para a noite. Requer tempo e envolve práticas diárias de construção de autocontrolo, paciência e clareza mental. Assim, vai poder considerar-se uma pessoa capaz de dominar suas próprias emoções e tirar o máximo proveito delas.

Mas, não é só a resistência emocional que se torna mais forte. Existe também um aumento da resistência física, tanto na prática de desporto, como também nos pequenos exercícios do dia-a-dia.

 

Se antes se sentia ofegante, ou extremamente cansado depois de subir um lance de escadas, vai notar que aos poucos essa subida lhe vai custar cada vez menos.
Ao adotar uma dieta equilibrada, é possível em pouco tempo, mantendo a massa corporal, aumentar a flexibilidade ao nível dos joelhos, cotovelos e demais articulações.
Uma maior resistência mental manifesta-se também como uma maior resistência física – Mente sã em corpo são.

Tem neste momento as ferramentas necessárias, para uma reflexão profunda sobre a evolução do seu plano de dieta. Caso tenha alguma dúvida ou questão, contacte-nos: os nossos nutricionistas estão sempre disponíveis.

WhatsApp WhatsApp Lev®